Sociedade Recreativa e Musical da Pedreira

Historial

A Sociedade Recreativa e Musical da Pedreira foi fundada em 3 de Fevereiro de 1940, dedicando-se desde logo ao ensino e divulgação da música.

Sendo uma Colectividade de aldeia, onde os acessos à culura eram diminutos, esta Sociedade tem sido desde a sua formação o principal polo de formação artística, desportiva e recreativa dos seus associados em particular, e de toda a poulação em geral.

Inicialmente foi formada uma Tuna, com instrumentos de corda, que aos poucos se foi tornando numa Banda, que ainda se mantém com enorme prestígio. É sustentada por uma Escola de Música, frequentada por quase todas as crianças da Pedreira e terras vizinhas, formando músicos de grande qualidade, como são os que ao longo de todos estes anos têm representado a Banda nas suas diversificadas actuações, como sejam Procissões, Concertos, Festas Inaugurações, Festivais, Encontro de Bandas, etc., destacando-se as actuações em Castelo de Vide, Marvão, Lisboa, Abrantes e em Vigo – Espanha, e ainda os excelentes concertos realizados em Tomar comemorando o Bicentenário do RI 15 a as Jornadas Europeias do Património.

Sendo a S.R.M.P. uma colectividade com um enorme dinamismo, em 1976, no seu seio, foi formado um Rancho Folclórico, que aí se manteve até 1990, altura em que adquiriu autonomia própria, mantendo-se ainda em actividade na nossa terra.

Em 1993, numa iniciativa de um grupo de sócios, foi formado um Coro que de então para cá se tem afirmado não só no nosso concelho mas por todo o país e até no estrangeiro, destacando-se as suas actuações em França, Espanha, Madeira, teatro Maria Matos em Lisboa, Valadares, Cartaxo, Lisboa, Santarém etc. Em Junho de 2006, concorreu ao Festival Festimúsica do INATEL, tendo vencido a eliminatória distrital, realizada em Almeirim, obtendo o 5º lugar na final nacional realizada na Aula Magna em Lisboa. O seu repertório é variado mas assenta fundamentalmente na música de cariz popular, com arranjos de grandes músicos, nomedamente Fernando Lopes Graça. O Coro tem também actuado em conjunto com Bandas Filármónicas e participado em celebrações litúrgicas, quando solicitado.

No plano desportivo a S.R.M.P. tem tido um papel fundamental, tendo conquistado imensos troféus em várias modalidades, como sejam. Futebol de 11, Futebol de 7, Futebol de Salão, Atletismo, Ginástica, Voleibol de Praia, Ténis de Mesa, etc. De todas estas destacamos o Futebol de Salão pela tradição e pela qualidade dos seus atletas, e também o Futebol de 11 que durante alguns anos participou nos Distritais e no Campeonato do INATEL. A S.R.M.P. organiza regularmente Caminhadas e Passeios Pedestres, sempre com grande êxito, e o seu Grupo de Caminheiros tem representado a Colectividade em diversos eventos organizados por outras entidades, quer no concelho quer em outros locais do país.

  • Em 1997, por despacho do Sr. Primeiro-ministro, esta Associação foi reconhecida como Entidade Colectiva de Utilidade Pública;
  • Em 1993 a S.R.M.P. fez-se sócia da Confederação das Colectividades de Cultura e Recreio;
  • Em 2000 foi inscrito no INATEL como Centro de Cultura e Desporto;
  • Em 2003 tornou-se sócio fundador da Federação Nacional do Movimento Coral;
  • A SRMP está actualmente num processo de registo e constituição como Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS).
A Sociedade Recreativa e Musical da Pedreira possui instalações próprias, nomeadamente o Edifício da Sede e o Campo de Jogos, no qual se inclui um polidesportivo para prática de diversas modalidades.
cia da Confederação das Colectividades de Cultura e Recreio;
  • Em 2000 foi inscrito no INATEL como Centro de Cultura e Desporto;
  • Em 2003 tornou-se sócio fundador da Federação Nacional do Movimento Coral;
  • A SRMP está actualmente num processo de registo e constituição como Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS).
  • A Sociedade Recreativa e Musical da Pedreira possui instalações próprias, nomeadamente o Edifício da Sede e o Campo de Jogos, no qual se inclui um polidesportivo para prática de diversas modalidades.